7 sinais que podem denunciar maus-tratos na creche - GAZETA DO NOROESTE MT

A Notícia sempre no tempo certo e do seu jeito!




Brasnote
+23...+30° C

16 de Abril de 2017 às 18:24

7 sinais que podem denunciar maus-tratos na creche

Cibele Carvalho

Tweet

Divulgação

Maus-tratos na escolinha, sejam eles físicos ou psicológicos, podem afetar gravemente o desenvolvimento infantil de seu filho. Observe e dê atenção aos sinais.

  • Quando sai aquela notícia no jornal ou aquele vídeo mostrando professores ou auxiliares de creches maltratando crianças tão pequenas e indefesas, acho que todas as mães pensam: Ah, se fosse meu filho! Eu...

    Como mães, temos o instinto de ser leoas e proteger nossas criaturinhas, mas quando estamos longe deles, na difícil separação, mas necessária muitas vezes, quando os deixamos na creche e partimos para o trabalho, o que acontece ali? Como posso saber se meu filho não esconde alguma agressão verbal ou física que venha a passar na escolinha?

    Nunca queremos ser a vítima de determinadas situações, assim como essa, contudo, precisamos estar alertas e observar diariamente os possíveis sinais que, segundo especialistas, podem indicar maus-tratos na creche. Confira:

  • 1. Mudança brusca no comportamento da criança em casa

    De acordo com a psicóloga infantil, Cinthia Polycarpo, as mudanças no comportamento da criança que passa por maus-tratos na escolinha é de fácil percepção, se os pais conseguirem dar atenção.

    Se está tudo bem em casa e nada há que justifique uma brusca mudança de comportamento da criança, esse pode ser um indício de maus-tratos na escola. Os bebês normalmente reagem através do choro e alterações no sono, já os maiores apresentam instabilidade afetiva (ficar arredia ao toque ou carinho), mau humor repentino, silêncio, inquietação, terror noturno e medo na ausência dos pais, podem ser alguns dos sinais.

  • 2. Reação ao chegar na escolinha

    especialista, Vânia, declara que os maus-tratos psicológicos como, por exemplo, agressões verbais, punições exageradas, restrições discriminatórias, são mais difíceis de se identificar, todavia, se a criança aparecer com um comportamento repentino de pura rejeição à escolinha da qual já estava habituada, pode-se desconfiar de algo.

    O período de adaptação na escolinha é necessário, e de grande relevância a participação dos pais, ficando um tempo na escola junto, conhecendo todos os ambientes e professores, assim pode-se evitar problemas no futuro.

  • 3. Marcas diferentes no corpo da criança

    A psicóloga, Cinthia Polycarpo, ensina que os maus-tratos físicos são os mais sérios, pois são realizados de forma direcionada e intencional, e nem sempre podem deixar marcas no corpinho da criança.

    É praxe da maioria das escolas relatar algum acontecimento ou acidente como queda, mordida de colegas, entre outros fatos, no entanto, se a criança aparecer com machucados sem explicações, é necessário investigar os motivos.

  • 4. Timidez ou agressividade em excesso

    Cinthya enfatiza que "crianças que sofrem maus-tratos podem ficar agressivas até mesmo com os mais próximos, isso porque passam a interpretar a interação com o outro como forma de hostilidade".

    O processamento da atitude do adulto frente às ações da criança passa a ficar distorcido e errado, então a criança reage de diversas formas (cada uma com sua defesa), ou timidez ou agressividade acima do normal.

  • 5. Reação ao aproximar-se da professora (auxiliar)

    As especialistas aqui nesse quesito são as mães, todas sabem que se seu filho não quer de jeito nenhum ir até o colo de determinada pessoa, ou de uma hora para outra passa a recusar dar a mão para a professora, há algo de errado.

    Muitas mães que descobriram maus-tratos em escolas relatam (relatos em página da web) que seus filhos não podiam olhar para a pessoa que realizava algum tipo de agressão que já chorava.

  • 6. Dificuldade de relacionamento com outras crianças

    Assim como a agressividade aparece no comportamento da criança com os pais ou pessoas mais próximas, a psicóloga Cinthia afirma que da mesma forma, a criança reage com os amiguinhos, passa a ter dificuldades em brincar com o outro, pode copiar ou imitar o comportamento do agressor nessas horas, então vale observar.

  • 7. Emagrecimento ou sinais de má nutrição

    Um bom desenvolvimento infantil reflete no físico da criança, se ela está sendo bem tratada e cuidada na escolinha vai engordar e alimentar-se bem, todavia, o descuido com a alimentação da criança também é um indício de falta de cuidado com outros pontos na escolinha.

    Você pode e deve denunciar o agressor por maus-tratos, o Estatuto da Criança e do Adolescente prevê penas de multas pecuniárias (valores) e até criminais para esses casos, você também pode denunciar o caso indo ao Conselho Tutelar de sua cidade ou diretamente no Ministério Público.

Comente Logo Abaixo

Josias de Souza/As revelações da Odebrecht e o futuro da chapa Dilma-Temer

© 2013 - 2017. Todos os direitos reservados. Gazeta Do Noroeste MT